Nutrir nas Escolas Receitas criativas para conquistar o paladar de todos

Você consegue imaginar um pão de queijo feito de inhame? E que tal um pudim de beterraba? Essas misturas não são apenas possíveis, como também ficam deliciosas. E elas são apenas duas entre inúmeras receitas criativas inventadas por cozinheiros e cozinheiras que participaram do desafio do Nutrir Experimenta para você ver!. O objetivo do desafio é criar uma receita, prato ou refeição utilizando um ou mais ingredientes da merenda que são rejeitados por muitas crianças.

Mesmo que cada cidade ou estado ofereça alimentos diferentes nas merendas, uma coisa é comum em todos os lugares: sempre há alimentos para os quais as crianças torcem o nariz. Os próprios cozinheiros e cozinheiras listam alguns deles em seus relatos para a plataforma Nutrir: peixes, legumes, fígado... E se esses ingredientes fossem usados em receitas inusitadas para agradar a todos? Todo ano, recebemos relatos de receitas criativas, saudáveis e que fazem o maior sucesso entre a garotada – mesmo depois que os ingredientes são revelados. Confira alguns exemplos, publicados na seção Boas Práticas (os nomes das receitas foram criados pelas próprias cozinheiras)!

Nhoque de legumes

A cozinheira vencedora do Prêmio Nutrir nas Escolas 2016 em Belo Horizonte-MG, Kelly Vieira da Silva, percebeu que toda vez que havia repolho, moranga, inhame e cenoura no cardápio da merenda da EM José de Calazans, o desperdício de alimentos era maior. Já que as crianças gostavam muito de massa e de pratos diferentes, ela usou a moranga, o inhame e a cenoura para preparar uma massa de nhoque e o repolho para o molho. “Todos apreciaram bastante. Alguns, quando perguntados, diziam ser de batata. Nenhum aluno percebeu os ingredientes antes rejeitados. Ao serem informados, não se importaram e pediram mais”, disse Kelly.

Almôndegas nutritivas e Pudim rosado

Já que as crianças da EPG Evanira Vieira Romão, de Guarulhos-SP, não gostavam muito de beterraba, a cozinheira Tereza Bissoli acrescentou o legume em duas receitas deliciosas: Almôndegas nutritivas e Pudim rosado. As Almôndegas nutritivas misturam beterraba com carne moída, pimentão, cenoura e cebola. “As crianças comeram as almôndegas com prazer, estavam saborosas, e nem perceberam os legumes acrescentados”, contou. O sabor do Pudim rosado só foi revelado depois que os alunos terminaram de comer – e eles deram vários palpites, como morango, framboesa e cereja. Ninguém adivinhou que era de beterraba, e todo mundo adorou.

Suco RRCM, Empadão ômega 3 e Falso pão de queijo

O repolho roxo e a sardinha não eram muito queridos pelos alunos da EM Ana Alves Teixeira, de Belo Horizonte-MG. Então a cozinheira Leda Leite pensou em duas receitas: o repolho roxo foi batido com cenoura e maracujá para fazer o Suco RRCM; e, ao invés do recheio, a sardinha foi incluída na massa do Empadão ômega 3. “Vários alunos me pediram a receita do suco e do empadão. Algumas mães também me pediram, porque as crianças chegaram em casa e disseram que tinham comido um lanche muito gostoso na escola”, relatou. No ano seguinte, Leda inventou outra receita que fez sucesso na escola, o Falso pão de queijo. Como diversos alunos disseram na pesquisa feita durante o desafio Quem vai querer? que gostariam que tivesse pão de queijo na merenda, a cozinheira pensou em uma versão mais nutritiva do quitute mineiro. O Falso pão de queijo levou esse nome porque não tem queijo e é feito à base de inhame.

 

Notícias relacionadas
- Cozinheiro mobiliza escola e vai à sala de aula
- Mais cores no prato, mais nutrientes na refeição
- O papel das cozinheiras na formação das crianças